1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

EUA X Iraque - A decapitação de Nicholas Berg

Tópico em 'Atualidades e Generalidades' iniciado por Groove Boy, 13 Mai 2004.

  1. Groove Boy

    Groove Boy Usuário

    Eu resolvi abrir este tópico pois assim que cheguei no serviço, recebi por e-mail um vídeo em que mostra a decaptação do refém americano Nicholas Berg por rebeldes no Iraque, em resposta aos maus-tratos a prisioneiros iraquianos.

    Eu fiquei simplesmente estarrecido, como qualquer um ficaria ao ver imagens chocantes como estas. E fico pensando até que ponto os EUA acham que estão resolvendo a situação no Iraque e SE o estão fazendo, porque à custa de vida de inocentes? Não houve nem negociação e não é o primeiro refém, não só de nacionalidade americana, a ser executado à sangue frio.

    Lógico que estes iraquianos favoráveis ao regime de Saddam, são verdadeiros assassinos da pior espécie, pois são aqueles que matam pelas costas sem direito de defesa da vítima, ou seja, covardes!

    Porque a coalização, aparentemente prefere perder algumas dezenas e centenas de civis e soldados, a uma negociação com os terroristas?

    Segue abaixo a reportagem sobre o fato:

    "Um site supostamente ligado à rede terrorista Al Qaeda, liderada por Osama bin Laden, divulgou um vídeo nesta terça-feira da decapitação de um homem que se identifica como americano. A informação foi publicada nesta terça-feira no site da rede de TV americana CNN.

    De acordo com a notícia, os seqüestradores afirmavam que os Estados Unidos se recusaram a trocar o refém por prisioneiros da prisão de Abu Gharib --a mesma que tem sido palco das imagens de tortura cometidas por soldados americanos contra iraquianos.

    "Para que as mães e mulheres dos soldados americanos saibam, nós oferecemos à administração americana a troca deste refém [Nicholas Berg] por alguns dos detentos de Abu Gharib e eles recusaram", dizia um homem coberto, que estava atrás do americano.

    "Então nós afirmamos que a dignidade dos homens e mulheres muçulmanos de Abu Gharib não é compensada, exceto por sangue e almas. Vocês não receberão nada de nós a não ser caixões após caixões, abatidos desta maneira."

    Decapitação

    No começo da fita, a vítima se identifica como Nicholas Berg, da Pensilvânia. "Meu nome é Nic Berg. O nome do meu pai é Michael. O nome da minha mãe é Suzanne. Eu tenho um irmão e uma irmã, David e Sarah. Moro em West Chester, Pensilvânia, próximo à Filadélfia", disse.

    Segundo imagens apresentadas pela agência de notícia Associated Press, a vítima é exibida à frente de cinco homens, todos com seus corpos cobertos. Após a leitura de um comunicado feita por um dos rebeldes, Berg é empurrado ao chão, em meio a gritos, e em seguida tem sua garganta cortada. No final, um dos seqüestradores levanta a cabeça cortada do americano.

    O vídeo foi divulgado enquanto uma comissão do Senado escuta testemunhos de militares americanos na investigação sobre o abusos dos prisioneiros iraquianos.

    Mais cedo, de acordo com as informações da CNN, o Departamento de Estado identificou o corpo de um americano encontrado ontem em Bagdá como sendo o de Berg, da Pensilvânia. Berg não era um soldado nem um funcionário do Pentágono, afirmou o departamento.

    De acordo com a CNN, o site afirmava que o assassinato foi realizado por Abu Musab Zarqawi, suspeito de orquestrar o assassinato de um diplomata americano na Jordânia, de ajudar a administrar um campo de treinamento de terroristas no Afeganistão e de ter ligação com a rede Al Qaeda, de Osama bin Laden. A autenticidade da voz na fita não pode ser comprovada."

    Fonte:
    Este conteúdo é limitado a Usuários. Por favor, cadastre-se para poder ver o conteúdo e participar (não demora e não possui custos)
     
  2. Primula

    Primula Moda, mediana, média...

    Nham... negociar com terroristas? A única coisa que eles vão pedir vai ser libertação dos que estão presos. E não vai ser dos presos sem provas, mas dos caras que tem ficha internacional.

    Isso aí é reflexo do escandalo de torturas. Engraçado que hoje de manhã vi dois oficiais interrogadores americanos explicando como são treinados para torturar, sem quebrar a Convenção de Genebra.

    (mas os soldados das fotos alegaram que não sabiam que existia essa joça).

    Achei interessante o soldado falar que mesmo condições de saúde precárias do preso pode ser usada para extrair informações. (acertar uma veia para aplicar soro podem errar duas ou 3 vezes, mas eles são instruídos a errar umas 6 ou 12 vezes... e não estariam quebrando a convenção de genebra).

    Nesses ânimos exaltados, acho muito difícil haver alguma "negociação". Tipo, os dois lados estão errados e os dois lados estão certos.

    Uma coisa que achei muito estranha por exemplo, foi que um dos generais que obedeciam diretamente Saddam Hussein foi renomeado comandantes sob o comando americano. (foi numa veja ou isto é que eu li isso?). Se fosse um comandante que não tinha renome quando Saddam estava no poder, tudo bem, mas era um dos ferrenhos apoiadores do ditador iraquiano.

    Dá para haver alguma forma de negociação onde a gente não cheire alguma sujeira por baixo? Tipo, podem trocar reféns em troca do Saddam, e daí os EUA tem outra desculpa para fazer mais merda por lá (já que não dá mais pra saber se é de cima que vem as ordens para fazer merda, ou os subordinados são tão conscientes quanto Hommer Simpson e sádicos como Mengele para dizer que fizeram sem saber que nào podiam torturar), e depois os palestinos ficam mais bravos com americanos, italianos, brasileiros, etc., e fazem mais reféns e mais vítimas.

    Para os palestinos, todo americano omisso já é um culpado por eles estarem sofrendo. Tipo, alegar que não votou no Bush, quando ninguém fez nada para colocar o presidente eleito Al Gore...

    Acham que um cara marginalizado da periferia se ele tá se importando em matar inocentes para ele sobreviver? Ele tem razão, mas ao mesmo tempo tá totalmente errado. A revolta dele é compreensível, mas fica atirando pro lado errado e acerta as vezes uma pessoa que pode ajudar ele no futuro.

    Quando vidas estão em jogo, urgência é realmente necessária, e o pessoal fica ensebando... mas a negociação a meu ver fica muito difícil com as pessoas que tão "negociando".
     
  3. Groove Boy

    Groove Boy Usuário

    Entendi...só que no meio disso tudo estão vidas inocentes, se não é possível negociação, que Deus tenha piedade dos reféns que ainda estão sob poder dos terroristas. Pois o que eu vi hoje está acima de qualquer politicagem maldita!
     
  4. Nob

    Nob Usuário

    Não mais existem direitos humanos. A diferença de hoje e a pré-história é que não se mata para sobreviver, mas se mata para que haja uma boa vida.

    Convenção de Genebra? Existe, mas de nada serve. As pessoas de hoje em dia são treinadas para agir corretamente segundo as leis e mesmo assim prejudicar outras pessoas, organizações, etc.

    Isso me lembra o tópico das Leis Inúteis. Por causa de pessoas que agem sem quebrar as leis e mesmo assim agem contra a lei do bom senso, elas existem.

    Isso também me lembra a questão da segurança da Internet, por exemplo. Quanto mais vírus existem, mais proteções contra estes existem, e assim mais vírus vão sendo criados.

    A mesma coisa é com as torturas, violação dos direitos humanos e afins. Quanto mais há emendas, mais novas torturas existem.
     
  5. Ar-Pharazôn

    Ar-Pharazôn Usuário

    Vou colar aqui uma carta que um ex-combatente do Vietnam mandou para o presidente dos Estados Unidos falando sobre o terrorismo:

    "Conte a verdade ao povo, Sr. Presidente, sobre terrorismo...

    Se as ilusoes acerca do terrorismo não forem desfeitas, entao a ameaca continuara ate destruir-nos completamente.
    A verdade e que nenhuma das nossas milhares de armas nucleares pode proteger-nos dessas ameacas.
    Nenhum sistema "Guerra nas Estrelas" (nao importa quao tecnicamente avancado seja, nem quantos trilhoes de dolares sejam despejados nele) podera proteger-nos de uma arma nuclear trazida num barco, aviao, valise ou carro alugado.
    Nem uma arma sequer do nosso vasto arsenal, nem um centavo sequer dos US$ 270.000.000.000,00 (isso mesmo, duzentos e setenta bilhoes de dolares) gastos por ano no chamado "sistema de defesa" pode evitar uma bomba terrorista. Isto e um fato militar.
    Como tenente-coronel reformado e freqüente conferencista em assuntos de seguranca nacional, sempre tenho citado o salmo 33: "Um rei não e salvo pelo seu poderoso exercito, assim como um guerreiro não e salvo por sua enorme forca." A reacao obvia e: "Entao o que podemos fazer? não existe nada que possamos fazer para garantir a seguranca do nosso povo?" Existe. Mas para entender isso, precisamos saber a verdade sobre a ameaca.
    Sr. Presidente, o senhor não contou ao povo americano a verdade sobre o porque de sermos alvo do terrorismo quando explicou porque bombardeariamos o Afeganistao e o Sudao.
    O senhor disse que somos alvo do terrorismo porque defendemos a democracia, a liberdade e os direitos humanos no mundo.
    Que absurdo, Sr. Presidente! Somos alvo dos terroristas porque, na maior parte do mundo, nosso governo defende a ditadura, a escravidao e a exploracao humana.
    Somos alvo dos terroristas porque somos odiados. E somos odiados porque nosso governo fez coisas odiosas. Em quantos paises agentes do nosso governo depuseram lideres popularmente eleitos, substituindo-os por militares ditadores, marionetes desejosas de vender seu proprio povo a corporacoes americanas multinacionais? Fizemos isso no Ira quando os Marines e a CIA depuseram Mossadegh porque ele tinha a intencao de nacionalizar a indústria de petroleo.
    Nos o substituimos pelo Xa Reza Pahlevi e armamos, treinamos e pagamos a sua odiada guarda nacional Savak, que escravizou e brutalizou o povo iraniano para proteger o interesse financeiro de nossas companhias de petroleo. Depois disso, sera dificil imaginar que existam pessoas no Ira que nos odeiem? Fizemos isso no Chile. Fizemos isso no Vietnã. Mais recentemente, tentamos faze-lo no Iraque. E, e claro, quantas vezes fizemos isso na Nicaragua e outras repúblicas na America Latina? Uma vez atras da outra, temos destituido lideres populares que desejavam que as riquezas da sua terra fossem repartidas pelo povo que as gerou. Nos os substituimos por tiranos assassinos que venderiam o seu proprio povo para que, mediante o pagamento de vultosas propinas para engordar suas contas particulares, a riqueza de sua propria terra pudesse ser tomada por similares à Domino Sugar, à United Fruit Company, à Folgers e por ai vai ...
    De pais em pais, nosso governo obstruiu a democracia, sufocou a liberdade e pisoteou os direitos humanos. É por isso que somos odiados ao redor do mundo. E e por isso que somos alvo dos terroristas.
    O povo do Canada desfruta da democracia, da liberdade e dos direitos humanos, assim como o povo da Noruega e da Suecia. O senhor ja ouviu falar de embaixadas canadenses, norueguesas ou suecas sendo bombardeadas? Nos não somos odiados porque praticamos a democracia, a liberdade e os direitos humanos.
    Nos somos odiados porque nosso governo nega essas coisas aos povos dos paises de terceiro mundo, cujos recursos sao cobicados por nossas corporacoes multinacionais.
    Esse odio que semeamos virou-se contra nos para assombrar-nos na forma de terrorismo e, no futuro, terrorismo nuclear.
    Uma vez dita a verdade sobre o porque da ameaca existir e ter sido entendida, a solucao torna-se obvia. Nos precisamos mudar nossas praticas.
    Livrarmo-nos de nossas armas nucleares (unilateralmente, se necessario) ira melhorar nossa seguranca. Alterar drasticamente nossa politica externa ira assegura-la.
    Em vez de enviar nossos filhos e filhas ao redor do mundo para matar arabes de modo que possamos ter o petroleo que existe sob suas areias, deveriamos manda-los para reconstruir sua infra-estrutura, fornecer agua limpa e alimentar criancas famintas.
    Em vez de continuar a matar milhares de criancas iraquianas todos os dias com nossas sancoes econômicas, deveriamos ajudar os iraquianos a reconstruir suas usinas eletricas, suas estacoes de tratamento de agua, seus hospitais e todas as outras coisas que destruimos e impedimo-los de reconstruir com sancoes econômicas.
    Em vez de treinar terroristas e esquadroes da morte, deveriamos fechar a Escola das Americas.
    Em vez de sustentar a revolta, a desestabilizacao, o assassinio e o terror em redor do mundo, deveriamos abolir a CIA e dar o dinheiro gasto por ela a agencias de assistencia.
    Resumindo, deveriamos ser bons em vez de maus. Quem iria tentar nos deter? Quem iria nos odiar? Quem iria querer nos bombardear? Essa e a verdade, Sr. Presidente. É isso que o povo americano precisa ouvir.

    "Robert Bowman voou em 101 missoes de combate no Vietnã. Atualmente e bispo da United Catholic Church em Melbourne Beach, Florida.
     
  6. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Se a fonte é verdadeira eu não sei, mas o texto diz coisas que muita gente por lá tem vontade de dizer mas se omite.

    Com licença:

    :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap: :clap:
     
  7. #Ryu

    #Ryu Usuário

    eu achei o video e vi ele...
    é de se enojar realmente...
    Apesar de a resolução estar ruim e o som não estar sincronizado, o video me parece ser verdadedeiro

    Mesmo que seja falso, quantas pessoas não estão morrendo desse jeito ou pior, por que
    "os Estados Unidos tem o dever de acabar com o terrorismo e o dever de manter a democracia no mundo"

    eu fico pensando nos soldados que foram pro iraque, a mais de 1 ano estão lá, loucos de vontade de voltar pras suas casas, correndo o risco de morrer a cada dia q passam lah

    e os iraquianos sofrendo em seu próprio país, reflexo do programa de ditaduras que os EUA implantaram no mundo todo...

    E hoje gastando o dinheiro com guerra, dinheiro esse que poderia ser muito melhor gasto
     
  8. Nob

    Nob Usuário

    Ah, então foi exatamente daqui que você tirou. Então, vou copiar o que disse no comentário do post em seu blog:

     
  9. Groove Boy

    Groove Boy Usuário

    O mundo sobreviveria tranquilamente sem os EUA impondo o seu imperialismo que só causa mais ódio contra ele mesmo e mais pobreza no mundo, pois haveria um equilíbrio das grandes potências européias, asiáticas e americanas com relação ao capitalismo.

    Esta carta é a mais pura verdade e fico feliz que pelo menos 1 americano pense assim. Os EUA o são assim (imperialista) porque a maior parte da população pensa que seu país é dono do mundo, alimentando e incentivando seu governo imperialista a se intrometer nos assuntos políticos dos outros países, quando na verdade o interesse oculto nisto tudo é domina-los cada vez mais.

    Quando ocorreram os ataques de 11 de setembro, eu pensei imediatamente que os EUA estão colhendo (da pior maneira, devido às vítimas inocentes) aquilo que plantaram.

    E me pergunto se os EUA ajudasse logo a aprovar o estado palestino (sendo que deu todo o apoio pra fundar o estado de Israel no final dos 40) existiriam terroristas? Ou o 11 de setembro teria sido apenas mais um dia do ano?

    São perguntas que me fazem ficar mais revoltado com o imperialismo americano, acho que vou estar de bengalas e dentadura e ainda não vou ver isso tem um fim!
     
  10. Ar-Pharazôn

    Ar-Pharazôn Usuário

    O que o groove boy falou é a pura verdade, todo o povo americano é ignorante por natureza, existe 1 ou 2 que se salvam (provavelmente de outros países naturalizados americanos :P). Porra!!!!!!! O pensamento deles é: "se cinco pessoas morrem em qualquer lugar do mundo pra minha gasolina ficar 1 centavo mais barata, que se dane".
    Acho que os EUA são a nova Alemanha Nazista, conquistando o mundo e destruindo seus inimigos numa guerra silenciosa.
    :evil: :evil: :evil:
     
  11. Lúthienlis

    Lúthienlis Usuário

    A guerra é a pior coisa que existe, eu lamento não ter o poder de voto nos EUA, pois jamais votaria nesse louco do Bush, que sempre deixou bem claro ser a favor da guerra. Aliás, do jeito que os EUA manda no Brasil, seria certo os brasileiros votarem para presidente nos EUA, com exceção dos analfabetos, é claro, pois empre fui contra analfabeto votar.... :disgusti: enfim.....mas isso é uma outra discução.


    Porém aquela vadia americana de uma figa que tortura e humilha os soldados
    iraquianos dá margem a isso mesmo...aposto que ela vai ficar impune :disgusti:
     
  12. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Por favor não generalize... existem sim estadunidenses ignorantes, pré potentes e que soh enxergam seu umbigo, assim como existem pessoas assim em todo o mundo...

    Dizer que todo americano eh ignorante por natureza eh o mesmo que aceitar o que dizem lah fora que todo brasileiro eh malandro e burro...
     
  13. Nob

    Nob Usuário

    Não acho que haveria. Sempre vai haver uma nação (ou duas, ou três, etc.) dominante economicamente, e por conseqüencia nas diversas outras coisas.

    E digo mais: os EUA só perderiam a liderança global se outra nação (ou grupo de nações) passasse a vencê-los em economia. A partir daí, outros poderiam tomar este poder, e assim gira o capitalismo.

    Hoje em dia, alguns países asiáticos e europeus conseguem fazer uma ameaçazinha à hegemonia americana, mas não obtiveram completo sucesso ainda. Resta apostar no que vai acontecer nos próximos trinta anos (e perder, provavelmente).
     
  14. Eru- o Ilúvatar

    Eru- o Ilúvatar Usuário

    Eu disse que tinha encontrado em um post de um dos fóruns que frequento.
    E, admitamos, é memorável o texto!
     
  15. Groove Boy

    Groove Boy Usuário

    Lógico que sempre vai existir um pais economicamente dominante, mas isto não o dá o direito de ser imperialista!!!!! Um país economicamente dominante, é auto-suficiente o bastante para garantir um bom governo. Agora os EUA são economicamente dominantes, são mais que auto-suficientes, e ainda querem dominar o restante do mundo para lhe garantir mais e mais poder! Isso é o cúmulo da exploração humana pois muitas vidas dependem disso, uma vez que isso só colabora para aumentar a pobreza no mundo!

    E a maioria dos norte-americanos são arrogantes com relação ao restante do mundo, se não o fossem já teriam mudado a situação e feito seu governo parar de explorar economicamente o restante dos países, especialmente os de terceiro mundo (preciso citar algum???).

    Logo no início da guerra ao Iraque, um músico de uma banda de rock famosa (me desculpem mas eu não lembro o nome...) opinou sobre o assunto, dizendo que os EUA são o "papai" do mundo e por isso é de responsabilidade deles cuidar do mundo. :o?: (!!!!!)
     
  16. Che Guevara

    Che Guevara Usuário

    Existem algumas coisas estranhas neste vídeo como:

    *Por que diabos o prisioneiro está de roupa laranjada? Que tipo de sequestrador coloca essa roupa num refém? E reparem que é assustadoramente parecida com os uniformes usados por prisioneiros iraquianos.........

    * Linguistas àrabes afirmam que o cara que fala no vídeo não é fluente no dialeto Jordaniano, e alguns até afirmam que não é árabe nativo;

    * Qualquer cirurgião pode comprovar que se cortar a cabeça de alguém, o sangue jorra até o teto, e faz uma sujerada, o que não aconteceu com Nick Berg. Quando o executor segura a cabeça de Nick, não há quase nenhum sangue pingando, nem sujando o executor. Além do mais, o corte foi muito limpo, muito fácil e rápido para alguém apenas segurando uma faca. Quem já cortou um peru de natal sabe que é difícil cortar ossos. O corte foi tão bem feito que parece ter sido cortado numa guilhotina;

    * Esses homens que aparecem no filme não estão meio gordinhos demais para o seu gosto? Meio estranho para os padrões árabes;

    * ALguns só podem ser identificados pelas mão brancas. Também estranho para os padrões árabes;

    * O pouco sangue sugere que Nick já estava morto na hora da decapitação. Talvez com a cabeça já parcialmente cortada para facilitar. Isso indica que talvez os captores não tinham sangue frio o suficiente para cortar a cabeça de uma pessoa viva;

    * As imagens também mostram que é possível que ele já estivesse morto na hora da filmagem. Ele não se mexe e seus olhos não são visíveis. Não dá para saber se estão abertos ou fechados;

    * ESTRANHA COINCIDÊNCIA:

    A cadeira onde Nick se senta é do mesmo modelo usado na prisão de Abu Ghraib! A mesma onde foram feitas as fotos de prisioneiros iraquianos sendo torturados!

    * No fim da fita é escutado um grito de mulher. Esse grito foi amadoramente adicionado à fita;

    * UM HOMEM NA FITA ESTÁ USANDO UM ANEL DE OURO, O QUE É PROIBIDO PELA LEI ISLÂMICA!!!

    * O exército americano alegou que Nick Berg nunca esteve em custódia dos EUA, mas que esteve sempre em custódia da polícia iraquiana. Em 1o de abril, um e-mail de Beth A. Payne, a embaixadora do consulado americano no Iraque, foi mandado para a família de Nick. Dizia que haviam localizado Nick, e que ele estava em custódia dos EUA. Nesse caso, ou a embaixada americana estava mentindo ou o exército americano está mentindo.

    Existem outras anomalias.

    Possível teoria:

    O filme foi feito pelos próprios americanos, para amenizar o efeito causado pelas imagens dos prisioneiros sendo torturados. Ele já estava morto na hora da filmagem, que foi feita na própria prisão de Abu Ghraib.

    Outros chegam a ponto de dizer que até as fotos das torturas foram liberadas de propósito, para justificar novos ataques terroristas forjados pelos próprioa americanos, e assim culpar novamente os muçulmanos.
     
  17. Groove Boy

    Groove Boy Usuário

    Como eu me impressiono muito com estes tipos de imagens, não parei para analisar 2 ou 3 vezes nestes detalhes...

    Concordo tb q deve ter alguma armação dos EUA (como sempre!!!!! :x ) para culpar os mulçumanos, tanto que me fez abrir este tópico tamanha indignação...e o mundo inteiro se indignou tb!

    Mas uma coisa é certa...esta guerra está deixando vítimas de ambos os lados. E mesmo que esse vídeo tenha sido forjado, realmente ele mostra uma pessoa morta a pouco tempo e isso não é fake, infelizmente.
     
  18. Tb vi o vídeo, realmente são imagens fortes.

    Imagino o q esses rebeldes não passaram para cometer um ato desses sem pestanejar.
     
  19. Lúthienlis

    Lúthienlis Usuário

    Correto!!!! O cara não grita e nao se mexe na hora da excecução!!!!! Acho que ele já estava morto também......

    Eu vejo manipulação americana nesse vídeo também, roupa laranja é muito usada pela cadeia nos EUA, os árabes não utilizam essa cor, são meio "gordinhos" demais também.

    Não estou defendendo os iraquianos, mas acho que os americanos são bem mais FDP que eles....inclusive para forjar um vídeo desses a fim de minimizar a seção de tortura da soldado americana, que humilhava os soldados, etc, divulgada pela imprensa mundial.
     

Compartilhar