1. Caro Visitante, por que não gastar alguns segundos e criar uma Conta no Fórum Valinor? Desta forma, além de não ver este aviso novamente, poderá participar de nossa comunidade, inserir suas opiniões e sugestões, fazendo parte deste que é um maiores Fóruns de Discussão do Brasil! Aproveite e cadastre-se já!

jogos eletronicos seus maleficios e beneficios

Tópico em 'Jogos Eletrônicos' iniciado por Mestre ikke, 4 Fev 2007.

  1. Mestre ikke

    Mestre ikke For The King!

    Introdução

    Em meio de tantas opções de lazer e diversão que podemos encontrar nos dias de hoje, se destacam os games eletrônicos. Eles, que começaram nos anos 80, explodiram agora e possuem um capital maior do que filmes em Hollywood. Mas afinal, existe ou não um certo malefício envolvendo esse tipo de diversão? É justamente por essa questão que resolvi criar esse tópico e mostrar para as pessoas o que realmente horas de jogo podem trazer, sejam elas boas ou más.

    Os Benefícios

    Comprovado por vários cientistas em todo o mundo, o ato de se divertir por meio de games eletrônicos pode trazer à criança uma melhor percepção da realidade, formação de personalidade e até mesmo criatividade. Embora horas de abuso em frente ao computador ou vídeogame tenham trazido suspeitas de que eles possam causar um decaimento no desempenho do estudo, como principalmente matemática, os games proporcionam um aumento significativo na capacidade de lógica da criança.
    Nos adultos, para aliviar o stress, jogos não violentos como corrida e aventura são recomendados para diminuir a tensão e manter a pessoa, por instantes, longe de problemas que os venham a perturbar.

    Os Malefícios

    É nesse assunto em os pais de várias crianças e adolescentes que possam estar lendo este artigo vão se preocupar.
    Na questão dos malefícios entram todo um distúrbio psicológico como também problemas físicos. Neste caso podemos citar o mau posicionamento em que uma criança ou adolescente possa estar fazendo diante do jogo. Entra também a questão do lesionamento por esforços repetitivos (LER) que no caso dos games, atingem principalmente as mãos devido ao teclado ou joystick. Nos problemas psicológicos “é aí que o bicho pega”. Visando de forma geral, podemos citar como problemas decorridos dos games: a irritabilidade, agressividade, infelicidade e principalmente a depressão. Outro sintoma grave, presente em jogos do estilo RPG - onde você necessita manter o seu personagem cada vez mais forte e mais bem posicionado no ranking - é o vício que já vem causando dores de cabeça em países do Oriente. A solução para esse problema foi apelativa e dramática sendo que adolescentes estão sendo internados e recebendo tratamentos de choque para aliviar a vontade de jogar.
    Nos Estados Unidos, há vários casos graves decorrentes da influência de jogos violentos. Abaixo segue um trecho de uma história gerada pelos games:

    “Os adolescentes William Buckner, de 16 anos, e seu meio irmão Joshua, de 14, armados com um rifle calibre 22, abriram fogo contra os carros que passavam por uma rodovia estadual do Tennessee, nos Estados Unidos, matando um homem e ferindo gravemente uma mulher. Eles confessaram a um juiz que o ato foi praticado sob a inspiração do game Grand Theft Auto(...)A ESA, Associação de Sotwares de Entretenimento, representante da indústria do vídeogame, acusa os pais de irresponsáveis, ‘pois deixam seus filhos levar para casa um games proibidos para menores de 18 anos’. A ESA argumenta ainda que Grand Theft Auto é jogado em países tradicionalmente não-violentos, sugerindo que o game não influi no aumento do índice de criminalidade(...)”



    Conclusão

    Tudo isso se resume praticamente no ditado: “Tudo que é bom tem um preço” ou mais ou menos isso. Algumas pessoas não estão sabendo como lidar com a nova era da tecnologia e acabam se seduzindo pela máquina. O que parece bom e divertido, ás vezes pode se tornar ruim e deve-se levar muito em conta isto.:think: 8-O
     
  2. Lukaz Drakon

    Lukaz Drakon Souls. I Eets Them.

    Fonte ?
     
  3. LatinoAmericano

    LatinoAmericano Aqui jaz Alcarecco

    Também queria saber a fonte
    Mas isso é uma questão de inteligência, adoro jogos eletrônicos, jogo bastante até, mas sei conciliar os jogos eletrônicos com o resto do mundo.
    Ficar paranóico por um jogo e entrar em depressão e tal é loucura :doido:
     
  4. Mestre ikke

    Mestre ikke For The King!

    eu tambem jogou muito computador mais eu praticou esportes é muito mais hoje existe um doença que vem do computador que chamar sistrome de compusivo(não sei se escrevi certo).
     
  5. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Tá, mas continua sem fonte...
     
  6. Kyo

    Kyo Big bad wolf

    Tá, vou ser realmente chato agora, mas...

    Começaram nos anos 80? Não senhor, só se você tiver contando a partir do momento em que as empresas japonesas entraram e reviveram o mercado


    Que cientistas são esses? Quais as pesquisas feitas por eles sob quais aspectos de avaliação?

    Assim como qualquer outra coisa, como ver tv demais ou só ficar praticando esportes. E que beleza hein, um artigo utilizando de "suspeitas" pra basear sua argumentação... Aliás, onde estão as provas de que principalmente a matéria de matemática sofre perdas?


    Generalização burra, alguém?



    Então foram os videogames exclusivamente que provocaram o compartamento homicida dos dois irmãos? Ambiente familiar, educacional, etc, não influenciaram em nada? Quer dizer que se eu jogar GTA obrigatoriamente vou cometer crimes?

    Outra generalização estúpida.

    Assim como comer demais pode fazer você engordar, etc... obviedades...
     
  7. Mestre ikke

    Mestre ikke For The King!

    eu só postei pelo bem do forum é verdade o que vc falo mais as pessoas só deve tomar cuidado
     
  8. [F*U*S*A*|KåMµ§]

    [F*U*S*A*|KåMµ§] Who will define me?

    Na verdade, o problema é exagero e não os videogames.
    Exagero é ruim em qlq coisa. Até praticar esportes de forma exagerada não é muito saudável (ou vc acha normal alguem com menos de 30 anos já ter operado o ligamento do joelho 2 vezes?).

    E qto a parte psicológica, aí tb é dependente de pessoa pra pessoa.
    Alguem irritadiço vai ser assim ao perder uma partida de game, ao ver seu time de futebol tomando de 5 ou ao estar perdendo de mais de 30 pontos numa partida de basquete. E, até onde eu sei, as mortes em torcidas de futebol ou em peladas na favela ainda são mais numerosas que as de pessoas que jogam videogame (mesmo pq essas ultimas são em grande parte pessoas com mais dinheiro, mais coisas a perder por se meter em brigas e mais almofadinhas).



    Enfim.
    A preocupação é válida (e sempre será se alguma vida realmente foi perdida). Mas o foco em cima do videogame como sendo a causa é que é um erro.
     
  9. Mestre ikke

    Mestre ikke For The King!

    exagero isso que eu tava tentando falar, é verdade tambem não pode exagerar no esportes só fazer um pouco de cada coisa.:loser:
     

Compartilhar